sábado, 30 de julho de 2016

Desprendimento

Seus mistérios me levantam
trazem das crenças os humanos
Seus instintos as essências
fazem das ações as diferenças

Abnegar-se da matéria
Equilibrar-se no planeta
Soltar desejos reprimidos
Ajudar os mais sofridos
São emanações divinas

Sobre a sopa doada
no frio da madrugada
Sob o foco a luz sagrada
Anônimos solitários
Dispensam a propaganda

Ives vietro

17 comentários:

  1. Um poema que é o cerne da "humanização". Passamos por marcantes períodos de transformações. Se o humano não resgatar seu emocional... viver ficará muito pesado.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Sem propaganda qualquer ato fica melhor! De volta, abraços, chica

    ResponderExcluir
  3. "Sobre a sopa doada
    no frio da madrugada
    Sob o foco a luz sagrada
    Anônimos solitários
    Dispensam a propaganda".

    Quando assisto essa solidariedade nas frias madrugadas, Ives, me emociono.

    bjs, boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Lindo...
    É a verdadeira caridade!
    Tenha uma bela semana.

    ResponderExcluir
  5. Olá Yves
    Temos de deixar a timidez e ajudar pois não há nada mais rico que isto.
    Abraço.


    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Ives!
    Esse desprendimento, é algo divino e maravilhoso.
    Vale muito a pena esta experiência, para que valores esquecidos sejam resgatados!
    Gostei muito do teu lindo texto!
    Abração!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  7. ☕..‵⁀,) * ¸.•* ¸.•* ¸.•*

    ..`⋎´ ¸.•°*”˜˜”*°•.* * *•🍃☕✴⊰ •Passando para deixar

    um abraço, desejar um bom domingo e uma semana

    repleta de muita luz, bela poesia....bjussss Rita

    ResponderExcluir
  8. Que lindo, Ives! Atos de autêntica generosidade dispensam propagandas, embora eu ache importante divulgar para assim estimular outras pessoas a participarem. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Ives, meu querido amigo!

    O mundo precisa tanto de suas palavras!
    Voluntariado, generosidade e desprendimento são a equação perfeita, que não tem incógnita.

    Beijos e dias de esperança.

    ResponderExcluir
  10. O mundo precisa de pessoas assim, que ajudam e estendem a mão ao próximo.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  11. Desprender-se de velhos hábitos não é fácil.
    Mas sempre pode haver um olhar mais atento ao próximo; sempre a quem precise de algo.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  12. Desprender-se de velhos hábitos não é fácil.
    Mas sempre pode haver um olhar mais atento ao próximo; sempre a quem precise de algo.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  13. Olá, como está? Seus escritos, como sempre, belos! Palavras que relaxam à alma. Passando para desejar-lhe um bom dia! Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns Ives é essa dualidade inerente a cada um de nós que nos move à procura do ponto de união entre o humano e o divino que somos. Belo poema!

    ResponderExcluir
  15. Palavras bem pensadas, oportunas e necessárias, é preciso olhar para o lado onde há um irmão carente.
    Levei para meu blog!
    Abração!

    ResponderExcluir