terça-feira, 4 de novembro de 2014

Autor

Não gosto de ler prólogos, nem orelhas de livros. Quando começo um livro já vou direto no primeiro capítulo, e aprendo muito mais do autor nas linhas poéticas que se desdobram por si mesmas. Quem teria a ousadia de escrever algo sobre a Clarice Lispector? ou ousar comentar além das palavras de admiração uma poesia da Florbela Espanca? Em muitas ocasiões o silencio é perfeito. Não é? abraços

16 comentários:

  1. Temos mesmo manias. Eu gosto de ler e ver . Dali faço minha avaliação se compro ou não! Muitas vezes, posso estar perdendo coisas ótimas!!abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Amigo Ives, que lindo por aqui, sempre encontro um astral tão maravilhoso quanto esse visual!
    Amo ler, leio até dicionários se não tenho um livro nas mãos, portanto adoro ler o conteúdo do livro assim como você, mas leio desde a primeira letra até o fim, faço depois a minha avaliação, quando o início é muito ruim até abandono, algumas vezes vou para o meio para ver se há algo a poder salvá-lo.
    Claro que concordo contigo, Clarice Lispector, Florbela Espanca, entre tantos outros nem dá para avaliar à altura, até já fiz homenagens à elas, lá no meu espaço!
    Amei ler aqui, abraços apertados!

    ResponderExcluir
  3. Epílogos eu não leio mas o que primeiro procuro é o prólogo que me ajuda a conhecer o autor na visão de um amigo, (geralmente seus pares),.
    E quando vai nos dar o prazer de ler o epílogo, as orelhas e os 'finalmente' de um livro seu?
    abraço grande ,Ives

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Ives.
    Desculpa, mas eu tenho outro jeito: adoro cuscar tudo, e gosto de saber das opiniões de outros, mesmo que depois, nem concorde, mas faz-nos tbm conhecer um pouco de quem comenta.
    E, se me permite, não considero ousadia comentar os grandes, mesmo porque, quem o faz, faz com admiração, e é esse comentar, esse debater, que espalha cada vez mais a obra e a imortaliza. Porque a obra está aí é para ser lida e falada, e "refalada", porque, de outra forma, se todos lêssemos e guardássemos para nós, sem interagir uns com outros, o esquecimento seria o que restaria.
    Adoro Clarisse Lispector, amo de paixão Florbela, adoro Pessoa, e outros mais, e gosto de os ver falados, comentados, às vezes até gera discussões interessantes, às vezes eu mesma, interpreto doutra maneira. Mas isso é a Arte em si: impulsionadora de emoções.
    abç amg

    ResponderExcluir
  5. O silêncio tb é uma resposta =)

    ResponderExcluir
  6. O silêncio fala muito,mas eu gosto de ler tudo que está dentro de um livro.
    Quanto a Clarice Lispector,Florbela Espanca,Cecília Meirelles e outros não há o que falar,simplesmente ler o que nos passam poeticamente.
    Abraços amigo Ives.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Na minha modesta opinião um prólogo de um livro será uma nota explicativa da obra ,feita por alguém que conhece a obra e o autor.
    Gosto de ler.

    ResponderExcluir
  8. Pois já gosto de ler tudo, orelha de livro, prefácio, agradecimentos etc, etc, etc,,, e finalmente o livro, agora comentaria sim qualquer autor, são de carne e osso como eu, daria minha opinião não sobre o trabalho em si, mas sobre o conteúdo do que expõe, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  9. Olá amigo
    Eu já tenho o hábito de ler a orelha dos livros, Gosto de saber o que vou encontrar lá dentro.
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Nháá, gosto de ler tudo, tudo *-*

    Bjoo'o

    ResponderExcluir
  11. Acredito que toda forma de ler é válida... Já interpretar há que se ter o respeito ao autor/a... Afinal a criação não é nossa. Somos apenas leitores. Detecto um livro na sua integralidade e quando em uma releitura disseco aprendizados. ler é meu vício! Sumo do mundo!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Eu concordíssimo... rsrs. Não é que dizem do autor o que interessa, é o que ele diz de si mesmo nas suas entrelinhas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Oi Ives, que interessante...
    Cada qual com seus hábitos mesmo!
    Eu leio até as dedicações...
    Aliás...estou precisando encontrar um tempinho pra ler...rs
    Abração e obrigado!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  14. Oi amigo Ives, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Ives...eu leio a orelha depois.de ter lido o livro l (rs)
    Não gosto de receber influências prévias, depois concordo ou não ou acrescento entendimento.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  16. O importante é degustar a narrativa, o encanto das palavras e suas conjugações...
    Os teus textos são disto um exemplo... Gosto de os saborear. Nem era preciso comentar...
    Meu bjo :)

    ResponderExcluir