segunda-feira, 21 de outubro de 2013

O nosso quase Soneto!

Quase lá J...!
As árvores são palcos de declamações
As andorinhas as revelam em canções
Ondas do ar movimentam o coração
Onde a menina chora de emoção

O sol pulula a flor internamente,
O raio de luz que espelha à frente,
O olhar da Terra Azul, comovente,
Pássaros sempre voam novamente

Luz que banha a mesma dimensão
Ao olhar dos pássaros e em razão,
espalham a beleza quase sem noção

Espelham um quase soneto contundente
reverberam a menina linda e contente
por ouvir o pássaro cantar novamente!
Ives Vietro

28 comentários:

  1. Lindo e pra mim foi um soneto inteirinho, maravilhoso! abração,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  2. Achei fabuloso...linda a harmonia dos versos!

    bjss

    ResponderExcluir
  3. Para mim foi um soneto extremamente lindo amigo Ives.
    As palavras,delicadamente colocadas em cada verso.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderExcluir
  4. Sim, quase lá! Mas tá lindo demais... muito lírico! Admiro sua paciência e persistência!

    Beijos da J...

    ResponderExcluir
  5. Aplausos, menino dos olhos azuis!
    Lindo! Gostei, você é incrivelmente sábio, já te falei várias veses viu? Parabéns! Obrigada por tudo!

    bjs

    Uma segunda-feliz!

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  6. Belo soneto!!! A natureza é uma linda inspiração!!!
    Boa semana!!!
    Abraço :)

    ResponderExcluir
  7. Muito belo, Ives!
    Você transpira a beleza da natureza por todos os seus poros!
    A sua poesia é maravilhosa!
    xx

    ResponderExcluir
  8. Um soneto mais do que completo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi Ives :)
    Que linda é a sua sensibilidade,gostei muito do texto.
    Os poetas são capazes de coisas incríveis.Parabéns.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oi Ives
    Você não escreve, encanta com seus escritos.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  11. Um beijo



    Sentada no chão
    Entre pedras e folhas secas…
    Olho ao longe e vejo-vos
    Vejo os dois, que pensam
    Que o mundo é só vosso
    Sinto magia…
    ………………………….
    Amor lindo…
    Amor partilhado…
    Amor sentido…
    Amor a dois…
    ………………………
    E assim…
    Olho para vós…
    E sinto…
    No vosso beijo
    A Felicidade…
    De quem tanto ama…
    E de quem é amado…


    Lili Laranjo (A vida é Amor:)

    ResponderExcluir
  12. Olhar do poeta que

    (en)canta a musa

    à vida...

    Simplesmente sublime,

    Ives!!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Nossa amigo Ives !
    Que soneto lindo !
    Amei ler- te...

    Beijos !

    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  14. Bom dia!!!
    Um "soneto" sim que não é "quase", pois retrata a natureza de um jeito simples e sutil, como tudo quando venho aqui. Bom demais!!!
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  15. A natureza é um presente. Há melodia nos galhos das árvores, seja no canto dos pássaros, seja no farfalhar das folhas ao vento. Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Soneto encantador. Aliar natureza, alegria e simplicidade é trilogia certa para produzir belos versos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi Ives
    Passando para agradecer o comentário e dizer que vou postar segunda e quinta-feira.
    Tem aviso no blog
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  18. Encantamento... é a fibra amorosa desse seu soneto do amor eterno! Tocante!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. Árvores, pássaros, meninas e meninos
    Que florescem, voam, pousam
    Que entre si se enternecem
    Lindo poetar :)

    ResponderExcluir
  20. Gosto demais de suas poesias e adorei a menina vendo o passarinho a cantar novamente! Vim tb agradecer por sua gentil presença e comentário em meu niver! bjs,

    ResponderExcluir
  21. Não me arrependi de passar por aqui. Seu quase soneto virou um soneto completo. Adorei. Vou olhar com mais calma as outras poesias que escreveu =)

    =* beijos

    ResponderExcluir
  22. Que linda, gosto muito de ler seus trabalho, são todos de uma grande harmonia que nos leva sonhar.
    Tenha um ótimo dia.

    ResponderExcluir
  23. parabéns pelo dia do Poeta!
    Ives,meu amigo como vc cresceu em seus escritos...a palavra tomou conta da sua alma...e tem feito maravilhas...vc transpira poesia...amei...deixo minha admiração...meu carinho...
    Zil

    ResponderExcluir
  24. Em versos partilhados _ também queria um amor assim! poético.
    Bonito Ives

    ResponderExcluir
  25. Obrigada pela visita! Aqui o poeta faz lindos sonetos plenos de sensibilidade.
    Um abraço.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  26. que perfeito to sem palavras aqui, esse quase soneto, se tornou um perfeito
    parabéns

    ResponderExcluir
  27. Hello Ives,

    So nice to meet you!

    I'm sorry I can't read your text, as you haven't activated 'Translate', but I thank you for your kind words about Poppy View.

    Happy Friday,

    Poppy

    ResponderExcluir